Categories:

Como está a Estônia em meio ao conflito entre Rússia e Ucrânia?

Nós na Bravest entendemos como esta situação incrivelmente trágica em que a Ucrânia se encontra, cria muitas inseguranças e dúvidas sobre se o momento está certo para aceitar desafios fora do Brasil e até se mudar de país. 

Portanto, queremos assegurar, primeiramente, que nós na Bravest nos comprometemos em nunca colocar os nossos candidatos em perigo algum. Muito pelo contrário, nos dedicamos em cuidar de pessoas, ajudar a realizar sonhos da melhor maneira possível. Então conte conosco sempre para trocarmos uma ideia com toda a sinceridade sobre qualquer tópico, inclusive a situação na Ucrânia. 

Dito isso, na situação atual nós nos sentimos confiantes para assegurar que não tem perigo de guerra na Estônia, a vida continua estável e, portanto, que a mudança para o país continua segura.

Para saber mais sobre como está a Estônia no conflito, anexamos aqui o material visual preparado pelo time incrível do Tere Tallinn, assim como o link do post explicando tudo em maior detalhe.

Também para resumir aqui: as informações sobre a estabilidade na Estônia baseiam-se nos recentes pronunciamentos da Primeira Ministra e do Ministro de Defesa da República da Estônia. Hoje também a Embaixada do Brasil na Estônia fez um pronunciamento assegurando que a situação continua estável e que não há necessidade para os brasileiros no país tomem nenhuma medida extraordinária.

Além da Ucrânia não ficar tão perto da Estônia, a Estônia também é membro de OTAN, União Europeia, além de participar em uma aliança estratégica de 10 países. Qualquer ataque contra a Estônia seria ataque também contra todos os outros países que fazem parte destas alianças. Em segundo lugar, desde a re-independência em 1991, a Estônia tem trabalhado incansavelmente para colocar o país no mapa, criar relacionamentos e blindar o país para o caso de quaisquer ataques por parte da Rússia.

Como vocês já devem saber, hoje na Estônia se concentram muitos interesses financeiros, especialmente por conta do setor de tecnologia, inovação e cibersegurança global. Estes vem a somar aos motivos do por que, diferentemente da Ucrânia, não é viável nem justificável de nenhuma maneira que a Rússia ataque  a Estônia. 

Contudo, sentimos muita dor no coração pelo que a Ucrânia está passando e estamos dispostos a ajudar de todas as maneiras possíveis. A Estônia já está recebendo ucranianos que conseguiram sair da zona da guerra, assim como estendendo a estadia dos que já estão na Estônia mas com a permanência legal vencida. Além disso, tanto o governo, quanto inúmeras organizações estão se juntando e enviando dinheiro, suprimentos e equipamentos para apoiar a Ucrânia na luta pela independência.

Espero que estas informações tenham ajudado a esclarecer a situação. Mesmo assim, nós estamos sempre à disposição caso tenha mais dúvidas e/ou queira conversar sobre o assunto. Estamos juntos!

No responses yet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.